Acompanhamento Terapêutico: Efeitos no Paciente e no Profissional de Saúde


Você compartilha o bem?

Formação Terapeuta | Desenvolvimento Pessoal | Produtividade | Supervisão | Área AT

Formação Terapeuta | Desenvolvimento Pessoal | Produtividade | Supervisão | Área AT

Acompanhamento Terapêutico: Efeitos no Paciente e no Profissional de Saúde

Oi! Este é um trecho rápido da aula ao vivo sobre o Acompanhamento Terapêutico (AT) que ministrei via Facebook.

No vídeo acima falo do início da nossa jornada no universo da Terapia Sem Fronteiras, mesmo muito (MUITO) antes de ter finalizado a faculdade de Psicologia. E, por isso, pode ser útil para quem está pensando em iniciar nesse belo caminho de viver sendo terapeuta. 

Sim, é isso! Qualquer pessoa pode trabalhar com o Acompanhamento Terapêutico, mesmo antes de concluir a sua formação superior, inclusive com base em normas (mas sobre as regras falo depois). Desde que tenha capacitação para exercer essa prática clínica, do contrário, pode sofrer até processos judiciais e administrativos. 

Por óbvio, quem faz faculdade consegue assumir mais responsabilidades e, por isso, receber muito mais honorários (dinheiro) pelos atendimentos na “clínica de rua”.

Ao final dessa produção, também falo sobre os efeitos do Acompanhamento Terapêutico tanto no paciente, quanto no profissional de saúde.

Espero que este vídeo tenha alguma utilidade para você.

Depois de ver o material, lembre de deixar os seus comentários aqui. Ok?

Clique no link a seguir se você quiser fazer um curso totalmente grátis e on-line de introdução ao Acompanhamento Terapêutico.

Se você já fez o curso grátis e agora quer entrar na formação avançada de formação de terapeutas sem fronteiras: “A Clínica do AT” (com certificado) é só ver se as vagas estão abertas agora mesmo (são poucas turmas no ano, pois damos tutoria em, no máximo, 48 horas).

Té +!

Psicólogo Alex Tavares.

Formação Terapeuta | Desenvolvimento Pessoal | Produtividade | Supervisão | Área AT

Escreva suas ideias aqui!